Não Vou falar outra vez

Crianças são fofinhas, bonitinhas e engraçadinhas. Chorou, fez xixi e cocô? Perdeu toda graça!

Todos nós pensamos em ter filhos, é como seguir o script… Filho é um pedaço de você, é sua próxima geração, seu espelho, tende a ter seu gênero.

SAAAAAAAAAAAI DAÍ GAROTO!

Pera aí, eu era tão levado assim? esse garoto não para quieto¹. Essa menina com 2 anos já quer usar batom².

– ¹Você está muito respondão. Já mandei descer de cima do braço do sofá e sentar que nem gente.

– ²Não, eu não vou levar você pra ver o filme do Justin Bieber, aquele moleque é um pervertido.

Será que trancado no quarto com uma mordaça na boca e sem energia elétrica eles param de lhe pedir dinheiro e saem da frente do computador.

E bater educa? Bem, se educa eu não sei, mas que eu ficava quietinho quando meu pai ameaçava me dar uns tapas, eu ficava. As atitudes e métodos de educação mudam, mas no final são todas crianças.

MOMENTO ESTATÍSTICAS – Em 1960 as taxa de fertilidade por mulher era em média de 6 filhos, hoje em dia essa taxa caiu para 2. As crianças com 6 anos já beijam na boca e aos 10 anos já lhe apresentam o seu namorado(a). Peça a Deus para te dar paciência, por que se ele te der força você vai acabar espancando a pobre da criança fofinha, bonitinha e engraçadinha citada no inicio do post. Eu pretendo ter filhos, sou novo ainda, no dia que eu tiver eu já terei criado minhas estratégias e truques.

Curta seus filhos enquanto eles têm 1 ano, por que com 2 anos essas crianças vão estar fazendo coisas impossíveis de se imaginar.

A fralda está cara, leite é caro, carne é cara. Roupinhas para bebê também são caras. Pelo amor de Deus, você não pensa em botar um filho no mundo pra ter alergia por que usou fralda de má qualidade; que está com uma anemia por que o leite que você comprou não é o mais recomendado; e o pior de tudo, é aquela criança que herdou a roupa do primo e a menina está fazendo o vestidinho de blusa-bata e você ta jurando de pés juntos que tá lindo.

Ter filho requer paciência e planejamento. Enquanto você não está preparado para isso, visite seu casal de amigos que tiveram filhos e brinque com o pimpolho cheirosinho deles. Vá a um orfanato, as crianças ficam felicíssimas quando recebem visitas, não esqueça de levar uns briquedinhos, uns docinhos as crianças adoram, e essas merecem demais.

Lembre-se: Filho não dá pra devolver quando enjoar, então pense bem antes de fazer. Não vai querer que o pirralho fique na escola falando que você é pão-duro e não quer comprar o novo jogo de computador irado por que o orçamento está curto.

Anúncios

3 pensamentos sobre “Não Vou falar outra vez

  1. kkkkkkkkkkkkkkkk quem vÊ assim até parece o mestre das crianças! 😀
    Beijos, Mila ♥

    @Camilla_Leitte
    http://sonhosentrepontinhos.wordpress.com

  2. Caroline disse:

    Amaralzinho Junior 😀

  3. freetimefun disse:

    adoro crianças,… bem até ter os meus flihos! Gostei do post muuito criativo e engraçado tb (:
    Mas acredito que o futuro depende destes seres tão pequeninos, que nos surpreendem cada vez mais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: